Curriculum Vitae

Lícia Flávia Silva Herculano

Dados pessoaisFormação acadêmica/TitulaçãoFormação complementarAtuação profissionalProjetos de pesquisaÁreas de atuação
IdiomasProdução científica, tecnológica e artística/culturalDados complementaresIndicadores de produção

Dados pessoais
NomeLícia Flávia Silva Herculano
Nome em citações bibliográficasHERCULANO, L. F. S.;HERCULANO, L. F.;HERCULANO, LÍCIA FLÁVIA;HERCULANO, LÍCIA FLÁVIA SILVA;SILVA-HERCULANO, LÍCIA FLÁVIA
Voltar

Formação acadêmica/Titulação
2018 - 2019 Mestrado em Medicina Veterinária.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Título: RECUPERAÇÃO ANESTÉSICA COMPLETA ENTRE MIELOGRAFIA E CIRURGIA NAS COMPLICAÇÕES TRANSOPERATÓRIAS DE CÃES SUBMETIDOS À HEMILAMINECTOMIA TORACOLOMBAR., Ano de Obtenção: 2019.
Orientador: Alexandre Mazzanti.
Palavras-chave: cães; neurocirurgia; anestesia; doença do disco intervertebral; hemilaminectomia.
Grande área: Ciências Agrárias.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Anestesiologia Animal.
Setores de atividade: Atividades veterinárias.
2016 - 2018 Especialização em Medicina Veterinária.
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Título: Avaliação de parâmetros trans operatórios comparando o uso da morfina via epidural com o uso de infusão de fentanil e infusão de fentanil associado à lidocaína e cetamina em cães submetidos à neurocirurgias.. Ano de finalização: 2018.
Orientador: André Vasconcelos Soares.
Bolsista do(a): Ministério da Educação, MEC, Brasil.
2011 - 2016 Graduação em Medicina Veterinária.
Título: Criptococose Cutânea Canina- Relato de Caso.
Orientador: Lúcia de Fátima Lopes Teixeira.
2008 - 2010 Ensino Médio (2º grau).
colégio batista santos dumont, CBSD, Brasil.
Voltar

Formação complementar
2022 - 2022Curso de TIVA avançado. (Carga horária: 56h).
ANEST CE, ANESTCE, Brasil.
2020 - 2020Simpósio VeteduKa de Medicina Veterinária. (Carga horária: 14h).
veteduka, VETEDUKA, Brasil.
2020 - 2020Cirurgia da Cabeça às Patas: Capítulo Procedimentos Colorretais e Prostátic. (Carga horária: 12h).
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
2020 - 2020I Ciclo de webinários: Atualizações em Anestesiologia Veterinária. (Carga horária: 9h).
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
2018 - 2018Tratamento da dor em cães e gatos. (Carga horária: 12h).
Centro clínico e cirúrgico veterinário, CCCV, Brasil.
2018 - 2018Curso de estatística Básica no software SAS studio. (Carga horária: 24h).
Analisa soluções em estatística, ASE, Brasil.
2018 - 2018Tratamento da dor em cães e gatos. (Carga horária: 12h).
centro clínico veterinário, CCCV, Brasil.
2016 - 2016Procedimentos e Protocolos Anestésicos em Animais de Companhia - Online. (Carga horária: 26h).
Ensino e qualificação superior, EQUALIS, Brasil.
2015 - 2015Oftalmologia Teórica e Prática de Cães e Gatos. (Carga horária: 6h).
Associação de Clínicos de Pequenos Animais - CE, ANCLIVEPA-CE, Brasil.
2014 - 2014Aspectos Celulares e Moleculares da resposta Imune de cães a Leishmania spp. (Carga horária: 12h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2014 - 2014Atualização em Nefrologia e Urologia de cães e gatos. (Carga horária: 6h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2014 - 2014Clínica de pets exóticos - mamíferos, aves e répteis. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2014 - 2014Grupo de Estudo de Terapia Intensiva de pequenos animais (GETI). (Carga horária: 60h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2013 - 2013V Curso de capacitação de monitores e professores orientadores da UECE. (Carga horária: 4h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2012 - 2012Manejo de Primatas- Criação e Reprodução de Primatas em Cativeiro. (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2012 - 2012Curso de Emergência em Felinos. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2012 - 2012Emergência em Animais Selvagens. (Carga horária: 8h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2011 - 2012Curso de Inglês equivalente ao nível B1/1 do quadro de Referência Europeu. (Carga horária: 300h).
Instituto Poliglota, IP, Brasil.
Voltar

Atuação profissional
Universidade de Fortaleza, UNIFOR, Brasil.
Vínculo institucional
2020 - Atual Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Médica Veterinária, Carga horária: 44
Universidade Federal de Santa Maria, UFSM, Brasil.
Vínculo institucional
2019 - 2019 Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Veterinária da UTI Jr. Lima HVU-UFSM, Carga horária: 20
Vínculo institucional
2016 - 2018 Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Residente em Anestesiologia, Carga horária: 60, Regime: Dedicação exclusiva.
Atividades
2019 - AtualAtividades de Participação em Projeto, Centro Integrado de Anestesiologia Veterinária, .
Projetos de pesquisa
Fentanil transdérmico ou metadona na analgesia pós-operatória de cães submetidos à hemilaminectomia toracolombar.
2019 - AtualAtividades de Participação em Projeto, Hospital Veterinário da UFSM, .
Projetos de pesquisa
Frequência da drenagem urinária no controle de cistite bacteriana em cães paraplégicos
Efeito da temperatura de polimerização do cimento ósseo associado ao fio de Kirschner na medula espinhal de ratos submetidos à laminectomia dorsal: exame neurológico e histopatológico
2018 - AtualAtividades de Participação em Projeto, Hospital Veterinário da UFSM, .
Projetos de pesquisa
INFLUÊNCIA DO GÊNERO DOS AVALIADORES NA PERCEPÇÃO DA DOR PÓS-OPERATÓRIA EM PEQUENOS ANIMAIS
2017 - AtualAtividades de Participação em Projeto, Centro Integrado de Anestesiologia Veterinária, .
Projetos de pesquisa
ALTERAÇÕES METABÓLICAS EM EQUINOS SUPLEMENTADOS OU NÃO COM OXIGêNIO A 100% NA RECUPERAÇÃO ANESTÉSICA IMEDIATA
2016 - AtualAtividades de Participação em Projeto, Centro Integrado de Anestesiologia Veterinária, .
Projetos de pesquisa
Prestação de serviços médicos veterinários à comunidade de santa Maria e região e treinamento acadêmico na rotina hospitalar
INOVAÇÕES NA DISCIPLINA DE ANESTESIOLOGIA VETERINÁRIA DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DA UFSM
INOVAÇÕES NA DISCIPLINA DE ANESTESIOLOGIA VETERINÁRIA DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DA UFSM
2016 - 2017Atividades de Participação em Projeto, Hospital Veterinário da UFSM, .
Projetos de pesquisa
CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS DE JÚLIO DE CASTILHOS, RS
2016 - 2016Outras atividades técnico-científicas , Centro Integrado de Anestesiologia Veterinária, Centro Integrado de Anestesiologia Veterinária.
Atividade realizada
III CICLO DE PALESTRAS EM CONSIDERAÇÕES ANESTÉSICAS NA MEDICINA VETERINÁRIA SANTA MARIA - RS.
2016 - 2016Atividades de Participação em Projeto, Centro Integrado de Anestesiologia Veterinária, .
Projetos de pesquisa
III CICLO DE PALESTRAS EM CONSIDERAÇÕES ANESTÉSICAS NA MEDICINA VETERINÁRIA SANTA MARIA - RS
III CICLO DE PALESTRAS EM CONSIDERAÇÕES ANESTÉSICAS NA MEDICINA VETERINÁRIA SANTA MARIA - RS
E.M.E.I.F WALDEMAR BARROSO, WALDEMAR BARROSO, Brasil.
Vínculo institucional
2014 - 2015 Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.

Voltar

Projetos de Pesquisa
2014 - 2015Estratégias educativas na comunidade de Fortaleza para prevenção das intoxicações em animais de companhia.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação ( 2) / Doutorado ( 2) .
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Coordenador / Victor Reis Galindo - Integrante / Lúcia de Fátima Lopes dos Santos - Integrante / Ana Karine Rocha de Melo Leite - Integrante.
Finaciador(es): E.M.E.I.F WALDEMAR BARROSO - Bolsa..
2015 - 2015Estratégias de Educação em Saúde Humana e Animal. Prevenção das Intoxicações.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação ( 2) / Doutorado ( 2) .
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Integrante / Lúcia de Fátima Lopes dos Santos - Coordenador / Ana Karine Rocha de Melo Leite - Integrante / Lígia Santos de Oliveira - Integrante.
.
2016 - 2016III CICLO DE PALESTRAS EM CONSIDERAÇÕES ANESTÉSICAS NA MEDICINA VETERINÁRIA SANTA MARIA - RS
Descrição: A grade curricular dos cursos de graduação não consegue abordar em profundidade as particularidades existentes nas diversas disciplinas. Em Medicina Veterinária, isso é mais evidente devido à variedade de áreas em que ela se divide. Desta forma, demonstra-se lógica a necessidade de diversos cursos de aperfeiçoamento tanto teórico quanto práticos, ou mesmo cursos de atualização na área de interesse. Desta forma será realizado um ciclo de palestras em anestesia de equinos, com um total de 5 palestras a serem realizadas nos dias 07 e 08 de julho. O palestrante previsto trata-se de doutorando da Universidade de São Paulo que trabalha principalmente com anestesia de equinos com ênfase em ventilação mecânica. Assim, objetiva-se com este projeto, fornecer conhecimentos básicos e avançados em anestesiologia veterinária de equinos e atualizar os participantes em alguns temas que permitam o seu aprimoramento no diagnóstico e tratamento de alterações anestésicas nestes animais. O publico alvo de tal, serão graduandos, residentes, mestrandos e doutorandos da medicina veterinária da UFSM e região..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Coordenador / Luciana Gonçalves Teixeira - Integrante / Jean Carlos Gasparotto - Integrante / ALEX ALEXANDRE CAMPOS DE SOUZA - Integrante / ANDRIELE DA COSTA POERSCHKE - Integrante / ARIANE SOKOLOSK FOLETTO - Integrante / CRISTIANY LUIZA FILTER JOHAN - Integrante / FELIPE SILVEIRA REGO MONTEIRO DE ANDRADE - Integrante / FELLIPE DE SOUZA DORNELES - Integrante / JESSIKA SCHOPF PASINI - Integrante / LETÍCIA REGINATO MARTINS - Integrante / LIANDRA CRISTINA VOGEL PORTELLA - - Integrante / MARCOS RAFAEL KROEKER DÜCK - Integrante / MARINA BURATTO BECKENKAMP - Integrante / ANDRE VASCONCELOS SOARES - Integrante.
.
2016 - 2016III CICLO DE PALESTRAS EM CONSIDERAÇÕES ANESTÉSICAS NA MEDICINA VETERINÁRIA SANTA MARIA - RS
Descrição: A grade curricular dos cursos de graduação não consegue abordar em profundidade as particularidades existentes nas diversas disciplinas. Em Medicina Veterinária, isso é mais evidente devido à variedade de áreas em que ela se divide. Desta forma, demonstra-se lógica a necessidade de diversos cursos de aperfeiçoamento tanto teórico quanto práticos, ou mesmo cursos de atualização na área de interesse. Desta forma será realizado um ciclo de palestras em anestesia de equinos, com um total de 5 palestras a serem realizadas nos dias 07 e 08 de julho. O palestrante previsto trata-se de doutorando da Universidade de São Paulo que trabalha principalmente com anestesia de equinos com ênfase em ventilação mecânica. Assim, objetiva-se com este projeto, fornecer conhecimentos básicos e avançados em anestesiologia veterinária de equinos e atualizar os participantes em alguns temas que permitam o seu aprimoramento no diagnóstico e tratamento de alterações anestésicas nestes animais. O publico alvo de tal, serão graduandos, residentes, mestrandos e doutorandos da medicina veterinária da UFSM e região. 3. PÚBLICO ALVO O público Alvo deverá ser formado por graduandos e pós graduandos do curso de Medicina Veterinária. Logo, o programa do curso foi montado para poder atender as expectativas destes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação ( 4) / Especialização ( 7) / Mestrado acadêmico ( 2) / Mestrado profissionalizante ( 1) / Doutorado ( 1) .
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Integrante / Luciana Gonçalves Teixeira - Integrante / Jean Carlos Gasparotto - Integrante / ALEX ALEXANDRE CAMPOS DE SOUZA - Integrante / ANDRIELE DA COSTA POERSCHKE - Integrante / ARIANE SOKOLOSK FOLETTO - Integrante / CRISTIANY LUIZA FILTER JOHAN - Integrante / FELIPE SILVEIRA REGO MONTEIRO DE ANDRADE - Integrante / FELLIPE DE SOUZA DORNELES - Integrante / JESSIKA SCHOPF PASINI - Integrante / LETÍCIA REGINATO MARTINS - Integrante / LIANDRA CRISTINA VOGEL PORTELLA - - Integrante / MARCOS RAFAEL KROEKER DÜCK - Integrante / MARINA BURATTO BECKENKAMP - Integrante / ANDRE VASCONCELOS SOARES - Coordenador.
.
2016 - AtualPrestação de serviços médicos veterinários à comunidade de santa Maria e região e treinamento acadêmico na rotina hospitalar
Descrição: O Hospital Veterinário Universitário foi fundado em 1964 e desde então propicia a realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão relacionadas às diferentes especialidades clínio-cirúrgicas de animais domésticos e silvestres. A atividade de extensão, realizada na forma de prestação de serviços médicos veterinários à população animal da região de abrangência da UFSM propicia que as técnicas e os conhecimentos de ponta produzidos na universidade sejam oferecidos à comunidade, ao mesmo tempo em que permite que os alunos de graduação e de pós-graduação stricto e lato senso possam obter ensino crítico aplicado, treinamento e capacitação técnica baseada na casuística. Quando se considera que as normas de bem-estar animal restrigem a utilização de animais sadios em atividades de ensino e pesquisa, acentua-se ainda mais a importância dos momentos de prática real, baseados na rotina clínico-cirúrgica e de exames auxiliares como forma de consolidação dos conhecimentos teóricos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Integrante / Anne Santos do Amaral - Coordenador / ALEX ALEXANDRE CAMPOS DE SOUZA - Integrante / ANDRIELE DA COSTA POERSCHKE - Integrante / JESSIKA SCHOPF PASINI - Integrante / LIANDRA CRISTINA VOGEL PORTELLA - - Integrante / MARCOS RAFAEL KROEKER DÜCK - Integrante / ANDRE VASCONCELOS SOARES - Integrante / DANIEL CURVELLO DE MENDONÇA MÜLLER - Integrante / ALEXANDRE MAZZANTI - Integrante / ALEXANDRE KRAUSE - Integrante / BRUNA MARQUARDT LUCIO - Integrante / RENAN BONOTTO DE OLIVEIRA - Integrante.
.
2016 - AtualINOVAÇÕES NA DISCIPLINA DE ANESTESIOLOGIA VETERINÁRIA DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DA UFSM
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Coordenador / Luciana Gonçalves Teixeira - Integrante / Jean Carlos Gasparotto - Integrante / ALEX ALEXANDRE CAMPOS DE SOUZA - Integrante / ANDRIELE DA COSTA POERSCHKE - Integrante / FELLIPE DE SOUZA DORNELES - Integrante / JESSIKA SCHOPF PASINI - Integrante / LETÍCIA REGINATO MARTINS - Integrante / LIANDRA CRISTINA VOGEL PORTELLA - - Integrante / MARCOS RAFAEL KROEKER DÜCK - Integrante / ANDRE VASCONCELOS SOARES - Integrante.
.
2016 - AtualINOVAÇÕES NA DISCIPLINA DE ANESTESIOLOGIA VETERINÁRIA DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DA UFSM
Descrição: Tanto o Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria (PPGMV-UFSM), quanto o próprio hospital veterinário com seus diversos setores e funcionalismo, ou mesmo o programa de residência médica desta mesma instituição contam com os profissionais capacitados deste ramo médico, que se repercute tanto em nivel local, regional quanto nacional. Estes podem e devem auxiliar ao máximo os alunos da graduação, que por orientação do professor, se somatiza na união do chamado tripé da instituição com ensino, pesquisa e extensão. Desta forma, objetiva-se o aprimoramento e profissionalização das técnicas visando um perfeito entendimento e proporcionando ao aluno segurança para realizá-las, objetivo principal de um curso de graduação.Serão filmadas as anestesias provenientes da rotina hospitalar (do dia a dia), das mais diversas indicações cirúrgicas e anestésicas que forem realizadas no hospital veterinário universitário da Universidade Federal de Santa Maria. Apenas serão filmadas, aquelas anestesias em que o proprietário consentir por escrito com a filmagem. Como as filmagens dependerão da casuística do hospital veterinário, não há como prever as datas para as filmagens, tampouco se todas as filmagens pretendidas serão contempladas no período de tempo proposto. Desta forma não há como estipular prazo para sua confecção final. Sendo assim, o projeto possui o prazo de 2 anos, para que ao final do período proposto haja confecção do maior numero de filmagens pretendidas. Caso ao final da proposição note-se falta de alguma técnica, será realizada o pedido de ampliação de prazo, ou confecção de novo projeto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação ( 4) / Especialização ( 7) / Mestrado acadêmico ( 2) / Mestrado profissionalizante ( 1) / Doutorado ( 1) .
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Integrante / Luciana Gonçalves Teixeira - Integrante / Jean Carlos Gasparotto - Integrante / ALEX ALEXANDRE CAMPOS DE SOUZA - Integrante / ANDRIELE DA COSTA POERSCHKE - Integrante / CRISTIANY LUIZA FILTER JOHAN - Integrante / FELLIPE DE SOUZA DORNELES - Integrante / JESSIKA SCHOPF PASINI - Integrante / LETÍCIA REGINATO MARTINS - Integrante / LIANDRA CRISTINA VOGEL PORTELLA - - Integrante / MARCOS RAFAEL KROEKER DÜCK - Integrante / MARINA BURATTO BECKENKAMP - Integrante / ANDRE VASCONCELOS SOARES - Coordenador.
.
2017 - AtualALTERAÇÕES METABÓLICAS EM EQUINOS SUPLEMENTADOS OU NÃO COM OXIGêNIO A 100% NA RECUPERAÇÃO ANESTÉSICA IMEDIATA
Descrição: A monitoração atenciosa do paciente submetido a procedimentos anestésicos permite o controle das funções fisiológicas e a identificação de alterações orgânicas do mesmo. A oxigenação é um parâmetro importante a ser avaliado, considerando que os equinos quando anestesiados sofrem de hipoventilação de graus variados. Contudo, há poucos estudos que demonstram alterações metabólicas em decorrência da oxigenação dos mesmos. Desta forma, este trabalho busca avaliar as alterações metabólicas relacionadas a oxigenação e se a suplementação de oxigênio interfere nestes, através da avaliação de exames laboratoriais (hemograma, bioquímico e hemogasometria), glicemia, níveis de lactato e oximetria. Desta forma objetiva-se comparar a oxigenação em equinos com suplementados ou não com oxigênio a 100% na recuperação anestésica imediata. Serão utilizados 20 equinos sem raça definida.O protocolo anestésico será padronizado para todos os animais. Como medicação pré anestésica será administrado maleato de acepromazina (0,04 mg/kg) e xilazina (0,4 mg/kg) pela via intravenosa. Após 10 minutos, os animais serão induzidos à anestesia com a associação endovenosa de cetamina (3 mg/kg) e diazepam (0,06 mg/kg) e mantidos em anestesia geral inalatória com isofluorano a 1,5 CAM em sistema com reinalação parcial de gases e oxigênio a 100%. Após o procedimento cirúrgico, os animais serão encaminhados a sala de recuperação anestésica e neste momento serão alocados aleatoriamente em dois grupos, sendo o grupo controle (GC, n=10) os animais que não receberão suplementação de oxigênio e o grupo válvula (GV, n=10) os que receberão suplementação de oxigênio com o auxilio da válvula de Hudson..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Especialização ( 3) / Mestrado acadêmico ( 2) Doutorado ( 1) .
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Integrante / ALEX ALEXANDRE CAMPOS DE SOUZA - Integrante / JESSIKA SCHOPF PASINI - Integrante / LETÍCIA REGINATO MARTINS - Integrante / ANDRE VASCONCELOS SOARES - Coordenador / PAULA IVANIR SCHIMITES - Integrante.
.
2019 - AtualFentanil transdérmico ou metadona na analgesia pós-operatória de cães submetidos à hemilaminectomia toracolombar.
Descrição: As neurocirurgias tornaram-se frequentes nos hospitais veterinários, porém permanecem questionamentos sobre protocolos e técnicas analgésicas em relação a esses procedimentos. Uma das desordens neurológicas mais comuns em cães é a doença do disco intervertebral (DDIV). O edema, isquemia e hemorragia provocados pela compressão extradural à medula espinhal e raízes nervosas geram dor de moderada a grave no paciente. A hemilaminectomia é o procedimento cirúrgico mais utilizado para resolução da DDIV e redução da dor proveniente da extrusão de disco em pacientes não responsivos ao tratamento clínico ou com quadros mais graves da doença. Desta forma, a analgesia pós-operatória é de fundamental importância para favorecer a recuperação adequada do paciente e diminuição da morbidade. Neste trabalho serão incluídos 12 cães de variadas raças, machos ou fêmeas, com peso entre cinco e 20 quilos diagnosticados com Doença do Disco Intervertebral (DDIV) submetidos à hemilaminectomia toracolombar. Os animais serão submetidos ao mesmo protocolo anestésico transoperatório e divididos em dois grupos de analgesia pós-operatória: Grupo F, que incluirá os pacientes que receberão analgesia após hemilaminectomia com adesivo transdérmico de fentanil e o Grupo M, que irá abranger os cães que receberão analgesia pós-operatória com metadona. Para avaliação de dor dos animais dois avaliadores utilizarão as Escala Visual Analógica (EVA) e Escala de dor Simplificada de Glasgow, fazendo resgate analgésico, quando necessário, com morfina. Sendo assim, o objetivo deste estudo é avaliar a eficácia do adesivo transdérmico de fentanil quando comparado com a metadona injetável na analgesia pós-operatória de cães submetidos à hemilaminectomia toracolombar..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação ( 4) / Mestrado acadêmico ( 3) / Doutorado ( 6) .
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Integrante / ANDRE VASCONCELOS SOARES - Integrante / ALEXANDRE MAZZANTI - Coordenador / Jessica Tomio - Integrante / Ana Caroline Teixeira Colvero - Integrante / ANGEL RIPPLINGER - Integrante / Anne Gabrielle Chaves Santos - Integrante / CAMILA PAMELA MOCELLIN - Integrante / DÊNIS ANTONIO FERRARIN - Integrante / JULYA NATHALYA FELIX CHAVES - Integrante / LETICIA SEVERO DAL PIZZOL - Integrante / LUISA LOVATO PAIM - Integrante / MARCELO LUÍS SCHWAB - Integrante.
Finaciador(es): Universidade Federal de Santa Maria - Outra..
2019 - AtualFrequência da drenagem urinária no controle de cistite bacteriana em cães paraplégicos
Descrição: As complicações causadas pela perda do controle voluntário da micção podem levar a incontinência, retenção urinária e consequentemente infecção do trato urinário inferior. A retenção urinária persistente como as observadas por lesão medular entre o segmento T3-L3 pode gerar infecções urinárias e ocasionar complicações severas como pielonefrite, hidronefrose e insuficiência renal aguda. Considerando a relevância do assunto, este estudo pretende verificar se a freqüência da drenagem urinária associada ou não à terapia antimicrobiana auxilia no controle de cistite bacteriana. Serão incluídos 15 cães paraplégicos com ou sem dor profunda ocasionado por extrusão de disco (Hansen tipo I) ou por fraturas e/ou luxações vertebrais e com retenção urinária e que tenham sido submetidos à cirurgia descompressiva e/ou estabilização da coluna vertebral. Os pacientes serão distribuídos aleatoriamente em três grupos, com cinco animais em cada e submetidos a duas etapas do estudo com diferentes frequências de drenagem urinária, mediante o cateter de demora associada ou não à terapia antimicrobiana durante os seis dias de pós-operatório. Com os resultados, espera-se que a drenagem urinária vesical em diferentes frequências associadas ou não a terapia antimicrobiana auxilie no controle da infecção do trato urinário inferior em cães paraplégicos com retenção urinária..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação ( 4) / Mestrado acadêmico ( 2) / Doutorado ( 4) .
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Integrante / ALEXANDRE MAZZANTI - Coordenador / Ana Caroline Teixeira Colvero - Integrante / ANGEL RIPPLINGER - Integrante / Anne Gabrielle Chaves Santos - Integrante / DÊNIS ANTONIO FERRARIN - Integrante / JULYA NATHALYA FELIX CHAVES - Integrante / LETICIA SEVERO DAL PIZZOL - Integrante / MARCELO LUÍS SCHWAB - Integrante / ANA PAULA DE OLIVEIRA FIUZA - Integrante.
.
2019 - AtualEfeito da temperatura de polimerização do cimento ósseo associado ao fio de Kirschner na medula espinhal de ratos submetidos à laminectomia dorsal: exame neurológico e histopatológico
Descrição: As fraturas e/ou luxações vertebrais são frequentemente diagnosticadas na rotina clínico-cirúrgica de pequenos animais e são responsáveis por alterações medulares, que culminam com diferentes graus de disfunção neurológica. O tratamento para essas afecções depende da classificação da lesão e quantos compartimentos vertebrais estão acometidos. O tratamento cirúrgico tem como objetivo a estabilização rígida dos fragmentos vertebrais e, em alguns casos, pode ser necessária a descompressão medular, mediante laminectomia dorsal. A técnica mais utilizada é a associação de pinos com cimento ósseo (CO). O CO, durante sua fase de polimerização, apresenta uma reação exotérmica que pode lesionar os tecidos circundantes. Apesar de ser utilizado há anos na rotina cirúrgica da medicina e da medicina veterinária, os efeitos do CO sobre tecidos moles adjacentes ao local de implantação, ainda são pouco conhecidos. Sabendo disso, o objetivo do presente projeto de pesquisa é verificar os efeitos da temperatura de polimerização do CO sobre a medula espinhal de ratos Wistar hígidos, mediante técnicas cirúrgicas para descompressão e estabilização vertebral. O projeto será executado em três etapas, sendo a primeira um projeto piloto, a segunda para aplicação do CO sobre a superfície dorsal vertebral de L2 e L3 íntegra (GC) associado ou não à aplicação de pinos nos corpos vertebrais (GP); utilização do CO em torno de uma área de laminectomia dorsal modificada em L2 e L3 associada a pinos nos corpos vertebrais (GLP). Na terceira etapa, serão repetidos os procedimentos da segunda etapa, associado a irrigação do CO com solução NaCl0,9% durante o processo de polimerização do mesmo. Serão aferidas as temperaturas em contato com a medula espinhal, com os pinos e entre a vértebra e o CO durante o processo de polimerização. Após o procedimento cirúrgico, os animais passarão por avaliação neurológica e serão submetidos à eutanásia em tempos determinados pelo projeto piloto, sendo que a medula espinhal será avaliada por histopatologia, a fim de identificar as lesões. Pretendemos com o presente estudo preencher a lacuna, ainda existente, no conhecimento acerca dos possíveis danos causados pela temperatura de polimerização do CO sobre a medula espinhal..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação ( 1) / Mestrado acadêmico ( 3) / Doutorado ( 4) .
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Integrante / ALEXANDRE MAZZANTI - Coordenador / Ana Caroline Teixeira Colvero - Integrante / ANGEL RIPPLINGER - Integrante / CAMILA PAMELA MOCELLIN - Integrante / DÊNIS ANTONIO FERRARIN - Integrante / MARCELO LUÍS SCHWAB - Integrante / MATHIAS REGINATTO WRZESINSKI - Integrante.
.
2018 - AtualINFLUÊNCIA DO GÊNERO DOS AVALIADORES NA PERCEPÇÃO DA DOR PÓS-OPERATÓRIA EM PEQUENOS ANIMAIS
Descrição: A dor pode ser facilmente negligenciada em animais e a eficácia do seu tratamento depende de uma identificação e avaliação confiável e válida. Apesar de existirem estudos correlacionando escores de dor com o gênero do avaliador baseados no preenchimento de questionários, não há estudos que confirmem estas diferenças através da comparação de um grupo de estudo com um grupo placebo, nem que comprovem que a dor está sendo corretamente identificada pelos avaliadores. Este estudo tem por objetivo verificar a variabilidade entre avaliadores do gênero masculino e feminino e de diferentes níveis de experiência profissional, a fim de definir qual o grupo que teria maior sensibilidade e acurácia em detectar a dor em caninas e felinas submetidas à esterilização eletiva. Para isso, serão utilizados 16 avaliadores cegos ao tratamento, divididos aleatoriamente em 4 grupos, sendo estes GMI (grupo masculino inexperiente), GME (grupo masculino experiente), GFI (grupo feminino inexperiente) e GFE (grupo feminino experiente). Serão avaliadas 80 pacientes (40 felinas e 40 caninas), distribuídas aleatoriamente em 4 grupos, GPF (grupo placebo felino), GCF (grupo cirúrgico felino), GPC (grupo placebo canino) e GCC (grupo cirúrgico canino). Os grupos GCF e GCC serão submetidas à esterilização eletiva. As avaliações de dor serão realizadas através das escalas EVA, UMPS, GCMPS e CAPS para cães e EVA, GCMPS, CAPS e EUNESP para gatas, nos tempo 30 minutos, 2 e 4 horas de pós-operatório. A hipótese deste estudo é de que exista diferença significante na avaliação de dor entre avaliadores de diferente gênero e experiência profissional em relação a caninas e felinas submetidas à esterilização eletiva..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação ( 4) / Especialização ( 1) / Mestrado acadêmico ( 4) / Doutorado ( 1) .
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Integrante / Jean Carlos Gasparotto - Integrante / ANDRE VASCONCELOS SOARES - Coordenador / ANGEL RIPPLINGER - Integrante / DÊNIS ANTONIO FERRARIN - Integrante / Alan Reginato - Integrante / ALEXANDRA NICHELE DE GODOI DA SILVA - Integrante / ALINE DA SILVA FARIA - Integrante / ANA PAULA BACKES LISBOA - Integrante / GABRIELA PESAMOSCA CORADINI - Integrante.
.
2016 - 2017CONTROLE POPULACIONAL DE CÃES E GATOS DE JÚLIO DE CASTILHOS, RS
Descrição: Em todas as cidades existem focos de pobreza e alto índice de desemprego. Esta situação propicia situação de vulnerabilidade social. Além disso, destacam-se os problemas de saúde, como as zoonoses, decorrentes da interação homem-animal-meio ambiente. Desta forma, a atuação de profissionais envolvidos na saúde torna-se fundamental na melhoria das condições socioeconômicas, epidemiológicas e sanitárias das comunidades. Faz parte da realidade das comunidades de baixa renda a presença de animais domésticos (cães, gatos, cavalos, aves), os quais quase nunca têm acesso a cuidados médicos veterinários ou a medidas básicas de promoção de saúde. Conceitos de posse responsável, que incluem medidas preventivas como vacinação periódica, alimentação adequada, manejo sanitário e impedimento do livre acesso à rua como forma de coibir a transmissão de doenças e de evitar coberturas indesejadas são desconhecidos dessas comunidades. Tal fato possibilita acasalamentos indesejados ou não programados desses animais que, por não serem desejados, acabam sendo abandonados nas vias públicas, submetidos a situações de maus-tratos e sofrimento. É responsabilidade do poder público municipal o controle da população de animais errantes, não sendo mais admitida por lei a eutanásia de animais sadios como forma de controle populacional. Desta forma, as ações de controle devem envolver programas de castração de animais domiciliados das comunidades de baixa renda. Com esse objetivo, traça-se um Programa de Controle Populacional de cães e gatos do Município de Júlio de Castilhos, com base em um convênio entre a Prefeitura Municipal e o Hospital Veterinário Universitário da Universidade Federal de Santa Maria..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Integrantes: Lícia Flávia Silva Herculano - Coordenador / Anne Santos do Amaral - Integrante / ALEX ALEXANDRE CAMPOS DE SOUZA - Integrante / JESSIKA SCHOPF PASINI - Integrante / LIANDRA CRISTINA VOGEL PORTELLA - - Integrante / ANDRE VASCONCELOS SOARES - Integrante / DANIEL CURVELLO DE MENDONÇA MÜLLER - Integrante / ALEXANDRE MAZZANTI - Integrante / ANA PAULA DA SILVA - Integrante / BIANCA BERTOLETTI - Integrante / CARLOS BRENO VIANA PAIM - Integrante / CAMILA BENADUCE EMANUELLI MELLO - Integrante / CASSIO ALESSANDRO BANDEIRA RUPPEL - Integrante / CLAUDETE SCHMIDT - Integrante.
.
Voltar

Áreas de atuação
1. Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária.
Voltar

Idiomas
Compreende Inglês (Bem).
Fala Inglês (Bem).
Inglês (Bem).
Escreve Inglês (Bem).
Voltar

Produção científica, tecnológica e artística/cultural
Produção bibliográficaProdução técnica

Produção bibliográfica

Trabalhos completos/resumidos em eventos
1. FERRARIN, D. A.; SCHWAB, M. L.; RIPPLINGER, A. et al. Estimativa de perda sanguínea em cirurgias da coluna vertebral de cães. In: V Simpósio Internacional de Neurologia Clínica ABNV, 2019, Rio de Jeneiro., 2019, Rio de Janeiro. V Simpósio Internacional de Neurologia Clínica ABNV, 2019, Rio de Jeneiro. ANAIS - V Simpósio Internacional de Neurologia Clínica ABNV, 2019.. Rio de Janeiro : Publisher, 2019. v. V. p. 11-11.
Palavras-chave: hemorragia; cirurgia; hemilaminectomia.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1; ISSN/ISBN: 2237874-x.

Artigos completos/resumidos publicados em periódicos
1.

CAVALCANTE NETO, TOBIAS SARAIVA; RAMIREZ, MARIANA TORRES PORTUGAL; GALINDO, VICTOR REIS et al. Levantamento de potenciais criadouros de Aedes aegypti no Campus do Itaperi da Universidade Estadual do Ceará. Medicina Veterinaria-Recife, v. 13, p. 43-48, 2019.
Palavras-chave: prevenção; vigilância.
Grande área: Ciências Agrárias. ; Meio de divulgação: Digital; Homepage: [http://www.journals.ufrpe.br/index.php/medicinaveterinaria/article/view/2608/482483147]; ISSN/ISBN: 18094678.
2. LÖBLER, LISIANE; LORETO, DAIANE RODRIGUES DE; HERCULANO, LÍCIA FLÁVIA et al. Caracterização da Vigilância Ambiental em Saúde dos municípios de abrangência da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde. SAÚDE (SANTA MARIA), v. 45, p. 1-10, 2019.
Palavras-chave: vigilância; Perfil; Sistema único de saúde; educação continuada.
Grande área: Ciências da Saúde.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação continuada. ; Meio de divulgação: Digital; Homepage: [http://https://periodicos.ufsm.br/revistasaude/article/view/36219][doi:10.5902/2236583436219]; Série: 1; ISSN/ISBN: 22365834.
3.

PASINI, JÉSSIKA SCHOPF; HERCULANO, LÍCIA FLÁVIA SILVA; GALINDO, VICTOR REIS et al. Avaliação das pressões arterial média femoral e auricular no transoperatório de cães submetidos a neurocirurgias. PUBVET (LONDRINA), v. 14, p. 1-4, 2020.
Palavras-chave: anestesia; cirurgia de coluna; doença do disco intervertebral.
Grande área: Ciências Agrárias.
Setores de atividade: Atividades veterinárias. ; Meio de divulgação: Digital; Homepage: [http://www.pubvet.com.br/artigo/6807/avaliaccedilatildeo-das-pressotildees-arterial-meacutedia-femoral-e-auricular-no-transoperatoacuterio-de-catildees-submetidos-a-neurocirurgias][doi:10.31533/pubvet.v14n5a570.1-4]; Série: 5; ISSN/ISBN: 19821263.
4.

SCHWAB, MARCELO LUÍS; FERRARIN, DÊNIS ANTONIO; RIPPLINGER, ANGEL et al. Ventral slot in the clinical recovery of dogs with lateralized compression as a result of cervical intervertebral disc disease - 20 cases (2008-2018). CIÊNCIA RURAL, v. 50, p. 1-8, 2020.
Palavras-chave: cães; doença do disco intervertebral; neurocirurgia.
Grande área: Ciências Agrárias. ; Homepage: [http://https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-84782020000800601&script=sci_abstract&tlng=en]; ISSN/ISBN: 16784596.
5.

COLVERO, ANA CAROLINE TEIXEIRA; SCHWAB, MARCELO LUÍS; FERRARIN, DÊNIS ANTONIO et al. Physical therapy treatment in the functional recovery of dogs submitted to head and femoral neck ostectomy: 20 cases. CIÊNCIA RURAL, v. 50, p. 1/1678-4596-8, 2020.
Palavras-chave: cirurgia; trauma; animais de companhia; cães.
Grande área: Ciências Agrárias. ; Meio de divulgação: Digital; Homepage: [doi:10.1590/0103-8478cr20190545]; Série: 11; ISSN/ISBN: 16784596.
6. HERCULANO, LÍCIA FLÁVIA SILVA; GALINDO, VICTOR REIS; CAVALCANTE NETO, TOBIAS SARAIVA et al. Criptococose cutânea canina: relato de caso. Medicina Veterinaria-Recife, v. 14, p. 268, 2020. ; Meio de divulgação: Digital; Homepage: [doi:10.26605/medvet-v14n4-3939]; Série: 4; ISSN/ISBN: 18094678.
7.

HERCULANO, LÍCIA FLÁVIA SILVA; PASINI, JESSIKA SCHOPF; GALINDO, VICTOR REIS et al. Evaluation of transanesthetic complications comparing epidural versus analgesic continuous infusion in dogs submitted to neurosurgeries. PUBVET (LONDRINA), v. 15, p. 1-6, 2021.
Palavras-chave: anestesia; cães; cirurgia; hemilaminectomia.
Grande área: Ciências Agrárias. ; Meio de divulgação: Digital; Série: 2; ISSN/ISBN: 19821263.
8. HERCULANO, L. F. S.; RIPPLINGER, A.; FERRARIN, D. A. et al. Postoperative Analgesia with Transdermal Fentanyl or Intramuscular Methadone in Dogs Submitted to Thoracolumbar Hemilaminectomy. ACTA SCIENTIAE VETERINARIAE (ONLINE), v. 50, p. 1-7, 2022.
Palavras-chave: fentanyl patch; neurosurgery; dogs; analgesia; pain.
Grande área: Ciências Agrárias.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Anestesiologia Animal. ; Meio de divulgação: Digital; Homepage: [http://https://www.seer.ufrgs.br/ActaScientiaeVeterinariae/article/view/120479][doi:10.22456/1679-9216.120479]; ISSN/ISBN: 16799216.
9. REIS-GALINDO, VICTOR; KNIPHOFF DA CRUZ, IGOR CEZAR; KRETZER-CARNEIRO, RAFAEL et al. Ureterolitiasis, torsión ureteral e hidronefrosis en un perro. Revista MVZ Cordoba, v. 27, p. e2397, 2022. ; Meio de divulgação: Digital; Homepage: [http://https://revistamvz.unicordoba.edu.co/article/view/2397][doi:10.21897/rmvz.2397]; Série: 2; ISSN/ISBN: 01220268.

Produção técnica

Demais tipos de produção técnica
1. HERCULANO, L. F. S.; SANTOS, L. F. L.; CANUTO, J. C.. CONHECIMENTO DOS PROPRIETÁRIOS DE CÃES E GATOS ATENDIDOS EM UMA CLÍNICA PARTICULAR (FORTALEZA-CE) SOBRE ASPECTOS DA INTOXICAÇÃO. ,. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: intoxicação; animais de companhia; educação.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Universidade Estadual do Ceará; Cidade: Fortaleza; Evento: XVIII Semana Universitária da UECE.; Inst. promotora/financiadora: Universidade Estadual do Ceará.
Anualmente são atendidos vários casos de intoxicação em animais domésticos nas clínicas e hospitais veterinários. Sejam eles acidentais ou intencionais, ocorrem principalmente no ambiente doméstico e envolvem diferentes agentes tóxicos. Várias são suas causas, podendo citar-se, a administração e/ou o uso de substâncias potencialmente tóxicas pelos próprios proprietários destes animais por desconhecerem o potencial tóxico destas substâncias. Este estudo teve como objetivo verificar o grau de conhecimento dos proprietários de animais de companhia quanto a determinados aspectos de intoxicação, bem como interpretar algumas de suas respostas, de modo a ter percepção dos aspectos sobre os quais os médicos veterinários devem orientar e transmitir informações mais direcionadas para os seus clientes. Para tanto, foi realizado um estudo descritivo observacional em uma clínica particular no município de Fortaleza, Ceará, tendo como base a aplicação de um questionário destinado a proprietários de animais de companhia (cães e gatos). O questionário era composto de 12 questões divididas em três tipos: identificação do animal, questões relativas ao uso de medicação nos animais sem prescrição e o nível de conhecimento dos proprietários sobre intoxicação (ocorrência e tipos de substâncias). Foram entrevistados durante o período de 02/09/13 até o dia 12/09/13 quinze proprietários, escolhidos aleatoriamente, enquanto os mesmos aguardavam atendimento veterinário. Aproximadamente 33,3% dos proprietários relataram a ocorrência, sendo que não houve predomínio de nenhuma substância, sendo relatada intoxicação por água sanitária, chocolate, veneno de rato e jimo-cupim. Os proprietários que relataram a ocorrência de caso de intoxicação levaramo animal intoxicado imediatamente para atendimento veterinário. Acerca da administração de algum medicamento, sem consentimento veterinário, ao seu animal, cerca de 20% responderam "sim". 66,7% dos proprietários informaram conhecer a toxicidade do choco.
2. CANUTO, J. C.; SANTOS, L. F. L.; HERCULANO, L. F. S.. Nível de conhecimento dos proprietários de cães e gatos atendidos na unidade hospitalar veterinária da UECE acerca de aspectos toxicológicos.. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: Toxicológicos; cães; gatos.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Universidade Estadual do Ceará; Cidade: Fortaleza; Evento: XVIII Semana Universitária da UECE.; Inst. promotora/financiadora: Universidade Estadual do Ceará.
3. CANUTO, J. C.; SANTOS, L. F. L.; HERCULANO, L. F. S.. NÍVEL DE CONHECIMENTO DOS PROPRIETÁRIOS DE CÃES E GATOS ATENDIDOS NA UNIDADE HOSPITALAR VETERINÁRIA DA UECE ACERCA DE ASPECTOS TOXICOLÓGICOS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Universidade Estadual do Ceará; Cidade: Fortaleza; Evento: XVIII Semana Universitária da UECE.; Inst. promotora/financiadora: UECE.
4. HERCULANO, L. F. S.; GALINDO, V.R; LEITE, A.K.R.M et al. ESTRATÉGIAS EDUCATIVAS EM ESCOLAS PÚBLICAS DE FORTALEZA PARA PREVENÇÃO DE INTOXICAÇÕES EM ANIMAIS DE COMPANHIA .. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: animais de companhia; intoxicação; educação.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Universidade Estadual do Ceará; Cidade: Fortaleza; Evento: XIX Semana Universitária da UECE; Inst. promotora/financiadora: Universidade Estadual do Ceará.
Projetos de extensão são importantes já que integram ensino e pesquisa com as demandas da sociedade, buscando o comprometimento da comunidade universitária com interesses e necessidades da população, em todos os níveis. Eles permitem estabelecer mecanismos que relacionem o saber acadêmico ao saber popular. A orientação da comunidade frente à prevenção de intoxicações em animais de companhia é importante, considerando que grande parte dos casos de intoxicação em pequenos animais ocorre de forma acidental, devido a ausência de informações e/ou uso inadequado de substâncias utilizadas no ambiente doméstico. Este projeto tem como objetivo esclarecer alunos de escolas públicas sobre as intoxicações mais comuns e as formas de prevenção observadas na sociedade. O projeto está sendo desenvolvido com os alunos das turmas do nono ano da tarde da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Waldemar Barroso, Fortaleza, Ceará. Para melhor desenvolvimento do trabalho, são realizadas reuniões semanais no intuito de elaborar palestras e material didático, bem como propostas de dinâmicas a serem utilizadas para facilitar a compreensão por partes dos alunos. Inicialmente, foi realizada uma visita à escola para apresentação dos bolsistas do projeto aos diretores e coordenadores. Na ocasião, visitou-se a estrutura da escola e organizou-se o horário dos bolsistas. Foram ministradas duas palestras intituladas, respectivamente: Plantas tóxicas e o uso correto de plantas medicinais e Utilização correta de inseticidas e rodenticidas. Observou-se que os estudantes mostraram intenso interesse nos assuntos, contribuindo sobre casos de intoxicação em animais vistos por alguns deles em sua residência ou de conhecidos. Nas palestras o uso de vídeos e imagens agradou a maioria dos alunos, sendo esta metodologia a mais empregada para explicação do conteúdo, concluindo que, nesta faixa etária, o aprendizado é facilitado quando recursos visuais são usados concomitantemente com material de leitu.
5. GALINDO, V.R; HERCULANO, L. F. S.; SANTOS, L. F. L. et al. PROPOSTAS DE PREVENÇÃO DAS INTOXICAÇÕES EM ANIMAIS DE COMPANHIA PARA ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: animais de companhia; intoxicação; prevenção.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Universidade Estadual do Ceará; Cidade: Fortaleza; Evento: XIX Semana Universitária da UECE; Inst. promotora/financiadora: Universidade Estadual do Ceará.
6. OLIVEIRA, L. S.; HERCULANO, L. F. S.; SANTOS, L. F. L. et al. Acidente ofídico em cão - Relato de Caso. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: acidente ofídico.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Universidade Estadual do Ceará; Cidade: Fortaleza; Evento: XX semana universitária da UECE; Inst. promotora/financiadora: Universidade Estadual do Ceará.
7. BECKENKAMP, M. B.; SOARES, A. V.; -, L. C. V. P. et al. Reanimação cérebro cárdio pulmonar em canino submetido á amputação de membro torácico. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: reanimação; amputação; anestesia.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Universidade Federal de Santa Maria; Cidade: Santa Maria; Evento: 31º Jornada Acadêmica Integrada; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal de Santa Maria.
8. APPEL, J.P.S;; HERCULANO, L. F. S.; TOMIO, J. et al. ANESTESIA EM UM GALINÁCEO (GALLUS GALLUS) SUBMETIDO A RESSECÇÃO E ANASTOMOSE INTESTINAL'. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: anestesia; aves; cirurgia.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Corsico; Local: Universidade Federal de Santa Maria; Cidade: Santa Maria; Evento: 33ª Jornada Acadêmica Integrada; Inst. promotora/financiadora: UFSM.
9. LIBARDONI, R. N.; HERCULANO, L. F. S.; BRUN, M. V. et al. 'RESSECÇÃO E ANASTOMOSE INTESTINAL APÓS TRAUMA POR MORDEDURA EM GALINÁCEO (GALLUS GALLUS DOMESTICUS) - RELATO DE CASO'. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: cirurgia; trauma; aves.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Corsico; Local: Universidade Federal de Santa Maria; Cidade: Santa Maria; Evento: 33ª Jornada Acadêmica Integrada; Inst. promotora/financiadora: UFSM.
10. FERRARIN, D. A.; SCHWAB, M. L.; RIPPLINGER, A. et al. Estimativa de perda sanguínea em cirurgias da coluna vertebral em cães. 2019. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
Palavras-chave: hemorragia; cirurgia de coluna; hemilaminectomia.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Rio de Janeiro; Cidade: Rio de Janeiro; Evento: Simpósio internacional ABNV.
11. THOMAS, J. D.; GALINDO, VICTOR REIS; CARLIM, R. S. et al. Rangeliose Canina: Relato de Caso. 2019. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: rangeliose; cão; clínica médica.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Curitiba; Cidade: Curitiba; Evento: Medvep.
12SOARES, A. V.; -, L. C. V. P.; POERSCHKE, A. C. et al. III Ciclo de Palestras em Considerações Anestésicas na Medicina Veterinária. 2016. (Organização de evento/Outro).
Grande área: Ciências Agrárias.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Anestesiologia Animal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Evento itinerante: Não; Duração do evento: 1; Local: Universidade Federal de Santa Maria; Cidade: Santa Maria; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal de Santa Maria.
Voltar

Dados Complementares
Participação em bancas examinadorasParticipação em eventos

Participação em bancas examinadoras

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1. HERCULANO, Lícia Flávia Silva; SOARES, ANDRE VASCONCELOS et al. Participação em banca de Charline Vanessa Vaccarin. Emprego da pletismografia para mensuração da pressão arterial sistólica indireta em cães. 2019. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Maria.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Trabalhos de Conclusão de Curso de graduação
1. HERCULANO, Lícia Flávia Silva; AMARAL, Anne Santos do et al. Participação em banca de Jean Gasparotto. RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM MEDICINA VETERINÁRIA.. 2017.
Referências adicionais: Brasil/Português.
2. -, LIANDRA CRISTINA VOGEL PORTELLA; SOARES, ANDRE VASCONCELOS et al. Participação em banca de Luiza Tonietto Mangini. RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM MEDICINA VETERINÁRIA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Maria.
Palavras-chave: anestesiologia; prática; ECSMV.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português.
3. AMARAL, Anne Santos do; SOARES, ANDRE VASCONCELOS et al. Participação em banca de Thais Medianeira Campos Walter. RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM MEDICINA VETERINÁRIA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Maria.
Palavras-chave: anestesia; ECSMV; prática.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português.
4. HERCULANO, Lícia Flávia Silva; SOARES, ANDRE VASCONCELOS et al. Participação em banca de Jéssica Arboit. Defesa de estágio Curricular Supervisionado em Medicina Veterinária. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Santa Maria.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português.
5. PEIXOTO, Clarisse Lisboa Lima; ALVES, Mariana Pereira et al. Participação em banca de Clarisse Lisboa Lima Peixoto e Mariana Pereira Alves. Demodicose e escabiose: um estudo epidemiológico e clínico em uma clínica veterinária de Fortaleza. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Fortaleza.
Palavras-chave: sarna sarcóptica; sarna demodécica; epidemiologia.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português.
6. PEIXOTO, Clarisse Lisboa Lima; ALVES, Mariana Pereira et al. Participação em banca de Clarisse Lisboa Lima Peixoto e Mariana Pereira Alves. Demodicose e escabiose: um estudo epidemiológico e clínico em uma clínica veterinária de Fortaleza. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Fortaleza.
Palavras-chave: sarna sarcóptica; sarna demodécica; epidemiologia.
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português.
7. SANTOS, Vitor de Morais Leça; VIEIRA, Daraiane Rocha et al. Participação em banca de Daraiane Rocha Vieira e Vitor de Morais Leça Santos. síndrome hipereosinofílica idiopática: uma revisão de literatura. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade de Fortaleza.
Palavras-chave: hipereosinofílica; etiologia,; patogenia; diagnóstico..
Grande área: Ciências Agrárias.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Participação em eventos
1. . 2011. (Participações em eventos/Congresso).
Referências adicionais: Brasil/.
2. . 2012. (Participações em eventos/Congresso).
Referências adicionais: Brasil/.
3. . 2012. (Participações em eventos/Congresso).
Referências adicionais: Brasil/.
4. . 2017. (Participações em eventos/Congresso).
Referências adicionais: Brasil/.
5. . 2011. (Participações em eventos/Simpósio).
Referências adicionais: Brasil/.
6. . 2012. (Participações em eventos/Simpósio).
Referências adicionais: Brasil/.
7. . 2012. (Participações em eventos/Simpósio).
Referências adicionais: Brasil/.
8. . 2013. (Participações em eventos/Simpósio).
Referências adicionais: Brasil/.
9. . 2013. (Participações em eventos/Simpósio).
Referências adicionais: Brasil/.
10. . 2016. (Participações em eventos/Simpósio).
Referências adicionais: Brasil/.
11. . 2012. (Participações em eventos/Encontro).
Referências adicionais: Brasil/.
12. CONHECIMENTO DOS PROPRIETÁRIOS DE CÃES E GATOS ATENDIDOS EM UMA CLÍNICA PARTICULAR (FORTALEZA-CE) SOBRE ASPECTOS DA INTOXICAÇÃO.. 2013. (Participações em eventos/Encontro).
Referências adicionais: Brasil/.
13. CONHECIMENTO DOS PROPRIETÁRIOS DE CÃES E GATOS ATENDIDOS NA UNIDADE HOSPITALAR VETERINÁRIA DA UECE ACERCA DE ASPECTOS TOXICOLÓGICOS. 2013. (Participações em eventos/Encontro).
Referências adicionais: Brasil/.
14. . 2014. (Participações em eventos/Encontro).
Referências adicionais: Brasil/.
15. . 2012. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
16. . 2012. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
17. . 2013. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
18. . 2014. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
19. ESTRATÉGIAS EDUCATIVAS EM ESCOLAS PÚBLICAS DE FORTALEZA PARA PREVENÇÃO DE INTOXICAÇÕES EM ANIMAIS DE COMPANHIA.. 2014. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
20. . 2014. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
21. . 2014. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
22. . 2014. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
23. Acidente ofídico em cão - Relato de Caso. 2015. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
24. . 2015. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
25. Reanimação cérebro cárdio pulmonar em canino submetido á amputação de membro torácico. 2016. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
26. . 2018. (Participações em eventos/Outra).
Referências adicionais: Brasil/.
Voltar

Indicadores de produção
Produção bibliográficaProdução técnicaDados complementares

Total
Produção bibliográfica10

Artigos publicados em periódicos9
Completos9
Trabalhos em eventos1
Resumos1

Total
Produção técnica12

Demais tipos de produção técnica12



Total
Dados complementares34

Participação em bancas examinadoras8
Participação em eventos26
Voltar

Página gerada pelo sistema Lattes - CNPq/UNIFOR. As informaçoes acima são de responsabilidade do professor.
Última atualização do CV em 04/09/2022 - 15:56